Retalhos de uma Manta Inacabada

Sou uma manta, cuidadosamente, tecida com os mais puros retalhos de seda selvagem e burel, cujas cores o tempo se encarregou de avivar ou desmaiar. Nela vão resistindo pequenos retalhos do bibe de xadrez com que brincava no jardim encantado do sonho. Num dos lados, repousam enormes retalhos de todos aqueles que já partiram, mas que conservarei para sempre no meu coração. No outro lado, estão todos aqueles que ainda posso tocar e amar.

Nome:
Localização: Aveiro, Portugal

Eternamente crisálida...

sábado, julho 29, 2006

Até logo...


-Quem sou eu?
-És o maninho.
-Quem sou eu?
-És o maninho.
- Quem sou eu?
- És o maninho padinho.
- Ah… assim sim e dá-me um beijinho.

Lembras-te das inúmeras vezes que me “chateavas” até eu te chamar maninho padinho?

Anda, maninho padinho, dá-me a tua mão e caminhemos por esses campos que nos viram crescer…

Quero que me faças aquele papagaio de papel colorido com que me fazias correr pela areia da praia brilhante dos teus olhos sempre sorridentes…

Quero que me faças aquele assobio com a palha verde do trigo e me ensines a chamar os rouxinóis…

Quero que me leves encarrapitada nos teus ombros e corras à volta do jardim a fazer "cavalicoque"…

Quero voltar aqueles dias em que passeávamos de barco… em que me ensinaste a remar … em que abanavas o barco até me fazeres gritar…

Quero voltar a caçar pardais contigo… quero que me voltes a ensinar a armar costelos e a escolher as espigas de milho para assar…

QUERO OLHAR-TE, maninho padinho… quero voltar a ver-te caricaturado a giz na porta da adega com a legenda que os teus filhos carinhosamente escreveram “O careca já não manda aqui.”

Quero voltar a ajudar-te e ouvir-te dizer “ Chiça que tu não percebes nada disto”.

Quero que me ensines tanta coisa… quero sentar-me ao teu lado e ver o rio correr…

Hoje vais dormir sozinho pela primeira vez, mas quero que saibas que permanecerás para sempre a sorrir dentro de mim.

Até logo, mano.

Gracita

4 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Pim,

só me "conheces" do chat...mas não podia deixar de te dar os meus sentidos pêsames. Sei muito bem o que é perder um ente querido. Não sei qual foi o motivo, mas o que importa...??? no meio de tanta dor???
Agora rapariga há que seguir em frente, pois um dia ainda se vão encontrar...basta acreditares.
Beijos

31 julho, 2006 21:33  
Anonymous Nuno said...

Mãe,

confesso que só comecei a chorar quando escreves "Hoje vais dormir sozinho pela primeira vez..."

E sabes porquê? Porque eu tenho medo de dormir, sempre tive, tenho e terei.

Lembras-te quando, em pequenino te perguntei se um dia quando a Terra acabasse, se podiamos ir viver para lá?

Acho que já sei o que sonho de noite, como irá ser a minha casa lá, quando eu na Terra já não estiver...

01 agosto, 2006 22:16  
Blogger António Ferrão said...

Es tao doce Rosmaninho. Nunca passei pela tua dor, mas acho que a percebo tão bem.
Que a vida te sorria e te dê sempre o que mereces.
Um beijo doce, nesse coração grande grande grande...que nunca mais acaba.

16 agosto, 2006 00:48  
Anonymous Anónimo said...

Tinha este blog nos meus favoritos sem mm saber de quem era.Espreitei hoje, não sei o que me trouxe aqui.A vida é tao estranha Pim...Imagino como te deves sentir, por vezes...Conheço essa dor que em nos permanece ao longo dos anos...Anos Pim...leva-nos muitos anos para podermos pensar em quem se foi com um sorriso triste nos labios, mas sem lagrimas nos olhos.Nunca mais veras o teu mano, é o meu sentir destas coisas, mas tens que ter em mente uma coisa : ele foi-se para continuar uma missão.Foi escolhido para tal, e não deves te sentir triste por isso, mas sim ter orgulho e deseja-lhe um lindo caminho pela sua nova vida.Por enquanto so a dor de não poderes comunicar com ele é mais forte, mas veras, um dia a saudade tomara o lugar dessa dor, a saudade é amiga Pim...Nunca, nunca o teu mano deixara de existir em ti...Em cada dia que passe, faz com que, se ele ca estivesse, se sentisse orgulhoso da mana que tem.Sim tem, e não teve, porque isso ninguem o pode apagar.

15 setembro, 2006 08:09  

Enviar um comentário

<< Home

http://paginas.terra.com.br/informatica/tpb/Utilitarios/util.htm n deixar copiar textos